O Tempo Não Para:Agustina se nega a assinar o divórcio e Carmen fica enlouquecida

O casamento de Dom Sabino (Edson Celulari) e Agustina (Rosi Campos) está muito perto do seu fim oficial, porém ela dá para atrás e não é capaz de assinar o divórcio. A ex-congelada vai surpreender todo mundo ao mudar de opinião perante juiz, e Carmen (Christiane Torloni) vai ficar fula da vida ao ficar sabendo da notícia.

A mão da mãe de Marocas (Juliana Paiva) vai começar a tremer muito justo no momento de oficializar a separação, e ela vai largar a caneta em cima da mesa. “Eu não consigo”, dirá ela, que será consolada pela mocinha ao retornar para casa. Dom Sabino surgirá logo depois na empresa na presença de Carmen.

“Como assim, ela não assinou o divórcio?”, questionará a empresária. “Foi mais forte do que ela. Agustina é muito católica, você sabe… Para ela, era como se afrontasse o criador, o nosso bom Deus”, argumentará o antiquado aristocrata do século XIX.

“Nosso bom Deus, dai-me paciência!”, esbravejará Carmen. “Meu amor, talvez Agustina precise apenas de um pouco mais de tempo… O importante é que isso não altera em nada o que acontece entre nós”, ponderará Sabino. “Muito cômodo pra você, não? Casado com a sua senhora e dividindo o teto comigo”, rebaterá a mãe de Samuca, enfurecida.

“Carmen, eu não sabia que se sentia assim. Você sempre deixou tão claro que não se importa com as formalidades, as convenções”, falará Dom Sabino. “Basta dar um pouco de tempo ao tempo, e tudo se resolverá”, refletirá ele.

Em seu lar, Marocas buscará compreender por qual razão a mãe desistiu de se divorciar. “Não foi a senhora mesma quem pediu pelo divórcio?”, perguntará. “Foi uma atitude intempestiva… Uma crise súbita que já passou”, responderá a matriarca. “Só um ser vivo sobre esta terra convulsionada me faria mudar de ideia: o santo padre!”, completará Agustina.

“O papa?”, perguntará Marocas, sem entender. “Sim… Só se o sumo pontífice me liberar do sacramento. Somente ele!”, falará resoluta a personagem de Rosi Campos. “Minha mãe, até onde eu sei o papa pode anular um casamento. Mas recomendar uma separação, consentir num divórcio?”, dirá sem entender a mocinha.

“A vida é complicada, Marocas… Um casamento não é uma camisola, que se troca toda manhã”, explicará Agustina. Marocas recordará que a mãe efetuou a contratação de uma advogada para lidar com o divórcio, porém a matriarca retrucará. “Na lei do homem, não na lei de Deus. O que Deus uniu, o homem não separa”, encerrará.

Deixe um comentário