Próximos capítulos da novela O Sétimo Guardião

Afrodite, interpretada por Carolina Dieckaman, se mostrará muito preocupada com a filha Diana, na trama das nove, de O Sétimo Guardião.

Isso porque ela se recusa a levantar da cama, e ir para a escola, depois que o seu pai, Nicolau, a proibiu de continuar nas aulas de caratê, onde a menina Diana e os irmãos, presenciou o pai bater na mãe, por causa de ciúmes e orgulho ferido.

Machismo e violência em casa

O caça-talentos foi até a casa de Afrodite, para contar-lhe que a filha teria uma oportunidade de patrocínio no esporte, e que ela deveria continuar a carreira. Mas, o marido dela chega em casa e entende que o olheiro estava lá, porque tinha um caso com a sua mulher.

Nicolau partiu para cima do caça-talentos, mas Afrodite, na tentativa de apartar a briga, acabou apanhando também. Diana e seus irmãos ficaram horrorizados com a cena, e o pai a proibiu de continuar treinando, o que fez a jovem entrar em depressão.

A mãe da menina tenta encorajá-la, dizendo que ela deve encarar a decisão de não fazer mais parte da equipe de caratê da escola, mas Diana responde que sente vergonha, em falar para a classe que não faz mais parte do time.

A jovem continua dizendo que, a decisão dela de abrir mão do seu sonho, não é diferente da escolha que a mãe fez, em toda a sua vida, desistindo do que realmente ela queria para aguentar os desaforos do pai, Nicolau (Marcelo Serrado).

Afrodite faz greve de sexo e enfrenta Nicolau

Nicolau chegará em casa e dirá a Afrodite, que ele a espera no quarto. A filha Diana pergunta como ela aguenta tudo isso, se já não quer ter mais filhos. A mãe fica pensativa e vai ao encontro do marido.

Ao deitar com ele na cama, Afrodite anuncia a greve de sexo entre o casal, e diz que enquanto Diana não melhorar, eles não terão relações sexuais. O chapeiro ficará nervoso com a decisão, questionando o porquê da greve de sexo da esposa.

Afrodite responde, afirmando que vivemos em tempos modernos, e que a mulher não faz mais tudo o que o homem quer. Eles começam a discutir, e a filha Diana entra no quarto para tentar apartar a briga, então Nicolau culpa a jovem pela crise no casamento deles, ao insistir na luta de caratê como se fosse homem.

Nicolau então, diz que vai ao bordel de Ondina (Ana Beatriz Nogueira), para se satisfazer com as mulheres fáceis do lugar. Afrodite diz que ele pode ir, mas que não volte mais para casa, e no dia seguinte irá até a escola de Diana, para permitir que ela volte a treinar no caratê.

A mãe por fim, consola a filha dizendo que não é culpa dela o que está acontecendo entre eles de maneira alguma, pois, não pode existir mais o tempo, em que os homens tratam as mulheres como se não tivessem vontade própria.

Deixe um comentário